sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Banquete para a Rainha Elizabeth II em Brasília - 1968


A visita da Rainha Elizabeth a Brasília começou em 5 de novembro de 1968 e a sua recepção, no Itamaraty, foi um das mais chiques na história de Brasília. Memorável naquela noite foi a gafe cometida pelo presidente Costa e Silva, ao final do discurso, documentada na época pela revista Manchete. No momento do brinde, ao final do discurso, o presidente ao erguer a taça repetiu inúmeras vezes a palavra god e parou por aí. O save the queen só foi pronunciado depois que um assessor soprou a frase no ouvido do presidente.

Em 1968, o traje de gala ainda não eram os smokings, mas as tradicionais e elegantes casacas, que, segundo pessoas que compareceram à recepção à rainha da Inglaterra, de tão compridas arrastavam nos tapetes do Itamaraty. O evento reuniu três mil pessoas e ficou conhecido pela voracidade com que os convidados avançaram sobre o bufê, já quase à meia noite, pois a formalidade da ocasião exigiu que a rainha perdesse horas em sessões de fotos e beija-mão. "Esfomeados, os presentes avançaram na comida. Houve gente que comeu caviar de colher", conta o jornalista Gilberto Amaral, que chegou a Brasília após a inauguração e testemunhou as festas mais marcantes realizadas na capital.

O jornalista Ari Cunha, d’O Globo, escreveu na ocasião: “Quem comparecer, hoje, à recepção que será oferecida à Rainha da Inglaterra, terá a oportunidade de ver belas obras de arte que o bom gosto do Embaixador Murtinho reuniu para o belo Palácio. A ala oeste do Salão de Recepções vai apresentar, numa das paredes, dois anjos de 1737, que pertenciam à Igreja de São Pedro dos Clérigos, demolida para a abertura da Avenida Presidente Vargas, no Rio [...] Da Bahia, veio uma Santa Bárbara, do fim do século XVII. Numa nova sala que se decora e abre as portas pela primeira vez hoje, situada no lado leste do Salão de Recepções, de frente para o Anexo da Câmara, a parede será ornada com um grande quadro de Djanira, representando um Casario Bahiano (sic). Essa obra foi comprada para presentear um visitante ilustre, mas o Cerimonial preferiu retê-la no Palácio, pelo seu valor artístico e histórico. A grande novidade da decoração do Itamaraty, entretanto, será a parede à esquerda de quem sobe a escadaria circular no mezzanino do prédio. Ali foi colocado um tapete, especialmente para servir de cenário ao local em que a Rainha Elizabeth cumprimentará os Ministros de Estado e outros convidados ao banquete que o Presidente da República (Costa e Silva) lhe oferecerá. O tapete foi emprestado pelo Embaixador Joaquim de Souza Leão, ao Embaixador Murtinho, especialmente para a visita da Rainha da Inglaterra. Modelo de Eckhoud, foi presenteado pelo Rei Eduardo VII ao Lord Brovgan et Vauex, em reconhecimento pela hospedagem em sua Vila de Cannes à Rainha Victoria. Como simbolismo, não poderia ser melhor a escolha.”


Segundo a revista Istoé, O Itamaraty possui quatro salas destinadas a eventos e recepções a chefes de Estado, das quais três levam o nome das capitais do Brasil: Brasília, Rio e Bahia. A outra é a sala Portinari. Desde que foi inaugurado, em 1967, o Palácio nunca deixou de receber eventos externos. A primeira recepção oficial ocorreu em 14 de março do ano de sua inauguração, último dia do governo Castelo Branco. O Itamaraty não confirma oficialmente, por não possuir estatísticas sobre a utilização das salas, mas um dos chanceleres que mais usaram os salões para recepcionar chefes de Estado foi Luiz Felipe Lampreia, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. No governo do PSDB, era comum ele oferecer grandes almoços e jantares durante as visitas oficiais. A partir de 2003, com a chegada de Lula ao poder, esse costume foi abolido. Os petistas, segundo fontes do Itamaraty, dizem preferir os eventos noturnos.

Sala Brasília - Palácio do Itamaraty


Confira o cinevideo sobre a visita da Rainha ao Brasil. No minuto 4.09 aparece a recepção oferecida por Costa e Silva no Palácio do Itamaraty.
http://www.zappiens.br:80/videos/cgiqRW56xRInsJhsEGMcF1wuaAl1op8YcFGd1CYOynw2Og.FLV

2 comentários:

  1. Olá, na vinícola Peterlongo conta-se que o espumante servido era deles, até com foto da rainha brindando! Muito bacana!

    ResponderExcluir
  2. oi boa tarde! tem mais detalhes do buffet servido para ela aqui no Brasil, preciso para um trabalho da faculdade. Meu email é marianalimaqueiroga@gmail.com obrigada

    ResponderExcluir