quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Aspargos na arte


Em honra da primavera, pensei numa exploração de imagens de naturezas-mortas, concentrando-me naquelas que retratam essa estação, temporada de legumes por excelência, e em especial, dos aspargos. Os brancos sutis, os tons malva, roxos e verdes dos espargos são retratados nesta imagem famosa de Édouard Manet, Aspargo branco, que foi um presente de Manet para Charles Ephrussi. Manet acabara de vender Maço de Aspargos para Ephrussi por 800 francos. Quando Ephrussi enviou-lhe mil francos em vez disso, Manet pintou esta lança única branco e enviou-o para Ephrussi com a nota: "Havia uma falta no seu maço."

Édouard Manet - 1880
Wallraf-Richartz Museum, Colônia

Édouard Manet - 1880
Museu d'Orsay, Paris

Um pintor que fez dos aspargos um tema primordial em seu trabalho, é Adriaen Coorte (ativo entre 1683-1707). Este mestre holandês do século XVII, cuja obra foi em grande parte desconhecida até a década de 1950, pintou muitos quadros, onde os aspargos são muito importantes ou até mesmo o único elemento na composição. Este era tema incomum entre seus pares, até porque os aspargos eram um item de luxo no naquele século.



Adrian Coorte - 1696
coleção Pieter Drissmann

 
Adrian Coorte - 1703
Fitzwillian Collection, Cambridge

Adrian Coorte - 193-95
coleção particular, Suíça


Anônimo napolitano do séc. XVIII
coleção particular, Itália


Giovanna Garzoni (1600-1670), conhecida como la miniatura (miniaturista) foi uma pintora de naturezas-mortas que teve uma carreira longa e bem sucedida. Suas pinturas, a maioria em gouache ou têmpera sobre papel vegetal, foram coletadas pelos Medicis e outras famílias aristocráticas, e foram muito apreciadas e valorizadas. Esta pintura, que é incomum, com fundo branco, tem uma sensação extremamente leve e contemporânea. Um historiador de arte contemporânea, Emanuele Tesauro, escreveu que Garzoni tinha a capacidade "de penetrar as causas mais sutis subjacentes em todos os assuntos."

Giovanna Garzoni - sem data
coleção particular, Itália

Maria Voos - 1878
Rijkmuseum, Amsterdã



Nenhum comentário:

Postar um comentário